Terroristas do Hamas atacam incessantemente Israel

Israel sob fortes e incessantes ataques oriundos da Faixa de Gaza. Foto: Divulgação
Compartilhe
  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    14
    Shares
Israel vem sendo, há meses, atacado de forma ininterrupta pelos terroristas do Hamas e seus aliados, a partir da Faixa de Gaza. Nas últimas horas, as investidas terroristas ficaram ainda mais intensas e os agressivos milicianos chegaram a disparar cerca de 150 foguetes em território israelense. Os foguetes, além da região de Gaza, atingiram também o sul do país, onde milhares de civis israelenses estão fugindo em busca de abrigo, tamanho o terror e a ferocidade dos terroristas. Autoridades do governo israelense informaram que, na região dos disparos, pelo menos 25 foguetes foram interceptados pelo sistema de defesa Iron Dome. Com o intuito de repelir e conter a covarde agressão aos alvos civis, o IDF ( Forças de Defesa de Israel ) conseguiu êxito em alcançar mais de 140 alvos terroristas. Inclusive uma fábrica de cimento que era usada como logística do Hamas para a construção de túneis e complexos militares. Os terroristas do Hamas têm utilizado variados métodos para causar terror no país, usando também crianças palestinas para tal. Eles têm incendiado plantações inteiras na região de Gaza, atacado escolas infantis e nada – até agora – conseguiu demovê-los de suas práticas criminosas. Há notícia da morte de um terrorista do Hamas, ontem, quando do revide israelense aos alvos terroristas. Na cidade de Sderot, vários prédios, casas, carros e calçadas foram danificados pelos ataques terroristas. O porta-voz do Hospital de Barzilai, região de Askhelon, confirmou que dezenas de vítimas civis estão sendo tratadas. O governo israelense informou ainda que reforçará o sistema de defesa no sul do país, bem como enviou diversos tanques para a Faixa de Gaza, a fim de por termo aos reiterados atos de violência perpetrados pelo Hamas e seus aliados.
A imprensa internacional, como de costume, recusa-se a cobrir o que ocorre na região de Gaza e no sul de Israel. Entretanto, conforme dito, o governo pretende colocar um ponto final aos ataques vindos de Gaza. Assim, provavelmente, em breve, o país será novamente condenado apenas por defender-se dos injustificáveis e covardes atos de terrorismo. Como é de conhecimento público, o grupo Hamas, apoiado e financiado por vários governos islâmicos, tem dois propósitos básicos: a eliminação do Estado de Israel e a morte de judeus. Assim, não há de se falar em “desproporção nos meios de defesa” quando cruéis inimigos atuam diuturnamente, durante semanas, meses, anos, para tais objetivos e, caso ocorra um vitoriosa contraofensiva. Israel tem o direito legítimo de proteger seu território e seu povo: pode e deve usar de todo seu sistema de defesa para colocar fim – de uma vez por todas – aos incessantes ataques terroristas. Com esse tipo de criminoso não existe possibilidade de negociação. Terroristas, infelizmente, só entendem a linguagem da força. E a força, no caso, é civilizatória.
Compartilhe
  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    14
    Shares
avatar

Postado por Claudia Wild

Advogada, Colunista do Portal Hora Extra e a Reunião. Correspondente Timelinews na Alemanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + nove =