Redes Sociais

Notícias

Posse Blindada de Jair Bolsonaro

Posse do Presidente eleito Jair Bolsonaro, terá esquema de segurança sem precedentes.

avatar

Publicado há

em

Um esquema de segurança inédito já foi definido para a posse de Jair Messias Bolsonaro nesta terça-feira (01/01/19). Sem precedentes, drones de última geração, militares, com poder de fogo intenso serão utilizados na vigilância do evento. O equipamento conta ainda com visão infravermelho, térmica e outros requintes dignos dos maiores filmes de espionagem e guerra Hollywoodiano.

Curtir Timelinews no Facebook

O Acesso será sem dúvidas restrito, e entenda-se por restrito o porte de muito itens que poderão representar risco à segurança tanto dos cidadãos como das autoridades presentes.

O espaço aéreo estará sob chancela de F-5 supersônicos da Aeronáutica, contando com super tucanos, ao todo 130 km de raio estarão sob vigilância permanente durante a cerimônia. Inclusive artilharia pesada com mísseis estarão disponíveis, preparados para eliminar qualquer aeronave que penetrar a área de segurança. Os primeiros 7,5 KM de raio, estão classificados como “Vermelho”, já os 46,3 KM de raio a partir da área vermelha serão classificados como “Amarelo”, e a partir destes, a classificação será “Verde”, totalizando 130 KM de raio, onde somente a aviação comercial será permitido.

Caças F-5 Supersônicos capitaneando a operação na posse do Presidente Eleito, Jair Bolsonaro.

A operação foi decretada nesta sexta-feira (28/12) pelo presidente Michel Temer, e possui caráter escalonado, indo de disparos de advertência, à total destruição ( Abate em pleno ar) pela Aeronáutica. Aeronaves que tentarem se aproximar, sem autorização serão consideradas suspeitas e hostis, tendo os pilotos da Aeronáutica autorização para eliminar a ameaça. Todo o plano de proteção Aérea terá duração de 24 horas contadas a partir da 00h00 desta terça-feira (01/01/19).

O Brigadeiro Mangrich garantiu que invasões não serão toleradas, e sim, qualquer aeronave/drone suspeito será considerado hostil. No caso dos drones, haverá um sistema de “desorientação ” ativo durante o cerco, fazendo com que qualquer drone não autorizado perca o controle e caia.

Drones militares, estarão ativos na cerimônia de posse.

Em solo, pedestres não poderão portar/usar guarda-chuvas, por exemplo, mesmo que chova. Os poucos jornalistas credenciados só poderão “entrar”, em ônibus previamente preparado, e a área de atuação, será extremamente restrita. O público poderá levar frutas e biscoitos, haverá banheiros químicos, pontos de distribuição de água e atendimento médico, tudo, estrategicamente planejado. Mochilas, Bolsas, objetos cortantes, e qualquer outro tipo de artefato que possa representar risco, como carrinhos de bebê, estão proibidos.

Existe um forte esquema de proteção para as autoridades que estarão presentes, entre elas, Benjamim Netanyahu, o primeiro ministro de Israel, e Mike Pompeo, o secretário de estado, Americano. Por motivos óbvios, ninguém teve acesso aos planos e estratégias que serão adotadas, mas não se engane, haverá muita dificuldade para se aproximar das autoridades, inclusive por parte da imprensa. Haverá olhos bem atentos em todo o perímetro, e inclua-se aí medidas tomadas, com base no ocorrido com o presidente Nicolas Maduro, na Venezuela durante um desfile militar. E um plano de evacuação de emergência, estará ativo durante toda a cerimônia.

Destaques