Press "Enter" to skip to content

Palmeiras vence Boca fora de casa e é primeiro classificado na Libertadores

Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Comp

A quarta rodada da fase de grupos da Libertadores continuou na noite desta quarta-feira (25), com dois brasileiros entrando em campo fora de casa. Mas os resultados foram bem diferentes para as equipes com os maiores investimentos do país.

Festa brasileira na Argentina e classificação carimbada. O Boca Juniors recebeu o Palmeiras na La Bombonera lotada, mas não contava com a força do Palestra dentro de sua casa. Se a equipe alviverde vinha sob desconfiança por parte da torcida e da mídia após perder o Paulista para o Corinthians, a partida contra o gigante argentino era a chance de virar a página.

O time argentino, sempre perigoso em seus domínios, fez o que se esperava: partiu pra cima e pressionou. E foi aí que a equipe comandada por Roger Machado demonstrou organização e maturidade. Até que em uma das primeiras chances de ataque do Verdão, Keno desviou de cabeça após cruzamento de Marcos Rocha e abriu o placar para o Palmeiras.

Na segunda etapa o panorama não mudou. O Boca tentava empatar de toda forma, enquanto o time brasileiro se segurava na defesa. Aos 21 minutos, um erro decidiu o jogo. O goleiro Rossi fez cortou mal e Lucas Lima aproveitou a falha para marcar um belo gol de cobertura e sacramentar a vitória. Final, Boca Juniors zero, Palmeiras dois. O resultado garantiu o Verdão como a primeira equipe classificada para as oitavas de final da competição com dez pontos, cinco a mais que o Boca, segundo no grupo oito.

Se o Palmeiras mostrou organização e objetividade, o Flamengo mostrou velhos problemas. Jogando contra o Santa Fé, na Colômbia, o Mengão teve uma péssima atuação e se acovardou diante de um adversário que pouco chegou à meta de Diego Alves.

Quem acabou sendo o destaque negativo da partida foi a arbitragem, que não marcou um pênalti a favor do Santa Fé aos 33 minutos da primeira etapa, depois de Henrique Dourado colocar o braço na bola dentro da área. Diego, Vinicius Júnior e Dourado mais uma vez fizeram uma partida fraca tecnicamente e foram substituídos. No último lance da partida, foi a vez da equipe rubro-negra reclamar dos sopradores de apito.

Geuvânio roubou a bola na entrada da área e marcou para a equipe carioca, mas o juiz havia encerrado a partida no início do lance, o que gerou descontentamento por parte da equipe brasileira. Final, Santa Fé zero, Flamengo zero. O Mengão segue líder do grupo quatro com seis pontos, mas pode ser ultrapassado caso o River Plate vença o Emelec em partida que acontece nesta quinta (26).

Outros dois brasileiros entram em campo nesta quinta, ambos pelo grupo cinco. E vencer é uma questão de sobrevivência dentro da competição para a Raposa e o Gigante de Colina. O Cruzeiro joga contra a Universidad de Chile no Mineirão. Uma vitória da equipe celeste iguala a quantidade de pontos do time chileno, que está na segunda posição, deixando aberta a possibilidade de classificação para a próxima fase.

Tarefa difícil em São Januário. O Vasco, lanterna do grupo, joga contra o Racing, líder isolado do grupo. Em caso de derrota do vascaína esta noite, o time de Zé Ricardo vai precisar de um milagre para avançar ao mata-mata.

E a noite de quarta não foi só de Libertadores não, teve a Copa do Brasil também, o campeonato mais democrático do país. Duas partidas abriram as oitavas de final da competição, e o Grêmio já encaminhou a classificação. Sem dificuldades, o Tricolor Gaúcho bateu o Goiás, no Serra Dourada, por dois a zero. O resultado permite que o Imortal perca o jogo de volta por até um gol de diferença, que ainda assim, segue no torneio.

No Barradão, Vitória e Corinthians não saíram do zero a zero. Quem vencer a partida de volta, carimba a vaga nas quartas de final.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Timelinews.com © 2018 Timelinews.com. Todos os direitos reservados.