A Fundação Nacional do Índio, publicou nos últimos dias do governo Temer, um contrato no valor de nada mais nada menos do que R$44,9 milhões.

Porém o contrato foi suspenso a pedido da Ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves. O motivo? O contrato foi celebrado sem a devida licitação.

A Universidade Federal Fluminense foi contratada para dar “apoio institucional ao desenvolvimento do projeto”. Informações constam no documento assinado no dia (28/11/18). O órgão era controlado politicamente pelo deputado André Sousa (PSC-SE), e o pedido da ministra Damares foi dirigido a Wallace Bastos, seu subordinado.

Fonte: Uol

Total
8
Shares
Total
8
Shares
Leia tambem

Bolsonaro governará o Brasil de fora para dentro?

As expectativas e especulações sobre o Governo de Jair Bolsonaro. As reações dos partidos e uma análise do que se pode esperar do novo governo Bolsonaro