Redes Sociais

IOS

Ferrite, estúdio completo para Jornalistas e repórteres

Gravador, Editor multipista desenvolvido para externas que pode ser usado como estúdio central.

avatar

Publicado há

em

Editar áudio, podcasts e material para spots, jingles e campanhas publicitárias é algo corriqueiro no dia a dia de emissoras de rádio/tv.

A central de produção, mais conhecida como “gravação ” deve ser capaz de lidar com o maior número possível de formatos de áudio e vídeo. E pelas próprias características, já indicamos aqui, excelentes apps para iPhone/iPad que satisfazem a maioria das necessidades de produção em qualquer emissora.

No entanto, um ítem que ganhou muito reforço e tecnologia dedicada nos últimos anos é o de externas. Externas são flashs ou Inserts ao vivo de um local remoto, seja um estádio de futebol, seja um teatro, hotel, secretaria de governo, etc.

Tais inserções ao vivo ganharam recursos dedicados afim de se extrair a maior qualidade possível, de uma transmissão à distância. Emissoras IP e mixers digitais já controlam redes afiliadas a quilômetros de distância, como se estivessem presentes “in loco”, e isto já é possível de ser realizado entre países e continentes.

Por muitos anos, antes da chegada da internet, o meio físico mais utilizado eram as linhas telefônicas (TX,RX), que até hoje em emissoras do interior são empregadas para transmissões de externa. Estas linhas eram conectadas nas famosas “maletas de transmissão “.

Com o surgimento da rádio ip, logo após a popularização do radio-enlace ( links uhf/vhf), todo o processo passou a ser feito pela internet.

Tal sistema demonstrou uma estabilidade vantajosa não somente para a transmissão de flashes, como de programas inteiros, editados no local de origem e transmitidos para servidores instalados nas emissoras. Assim um jornalista pode editar um “podcast ” como hoje é conhecido e enviá-lo para a emissora. Inclusive a vantagem de se poder criar e editar programas no modo “local”, é que se pode produzir conteúdo que esteja dependendo de confirmação, e enviá-lo somente quando o fato ou notícia se concretizar.

E é neste segmento que entra o fantástico estúdio de gravação e pós produção em tempo real “Ferrite“. Desenvolvido para ser um gravador multi-pista para jornalistas e repórteres, o Ferrite apresenta o que há de melhor no mundo real e mobile.

Ferrite, estúdio completo para jornalistas e repórteres de externa.

Ferrite se concentra no fluxo de trabalho, com recursos para acelerar a produção e uma interface limpa projetada para manter o foco. Funciona como um aplicativo de memorando de voz: um toque e você está gravando. Mas há também uma suíte de edição completa para montar suas gravações – e clipes importados – em áudio final polido.

Ferrite, precisão e eficiência em produção mobile

O Ferrite é o irmão mais velho do Hokusai 2, editor de áudio de precisão, e como tal herdou do caçula características inéditas neste tipo de app, como precisão, e aparelhamento pesado para produzir material jornalístico, reportagens e inclusive operar na linha de frente oferecendo uma mesa digital de mixagem com as mesmas características de softwares peso pesado para computadores. Como mostra a imagem acima, a seleção de trechos gravados, é precisa, e o tratamento de áudio para cada faixa reúne as mesmas características presentes no Hokusai 2.

Saída master do Ferrite, composto por um bus onde pode ser inserido um rack de efeitos e processamento.

Profissionais acostumados com equipamentos de estúdio, reconhecerão instantaneamente as capacidades do Ferrite, como barramento final para masterização e um patch digital onde podem ser inseridos “racks virtuais ” de efeitos e processamento.

Para os menos familiarizados, um aspecto de gravador de podcast ajuda a entender o funcionamento do app. Utilizando o AudioCopy 2 ou 3 é possível construir um barramento programável de efeitos, processamento e masterização do programa gravado e já editado. A opção com AudioCopy permite importar samples do MPC Pró 1 e 2 da AKAI, por exemplo. Estes dois sequenciadores ganharam também a versão mobile para iPhone e IPad.

Lendário sequênciador AKAI MPC 2000 em formato real

Nesta imagem a versão real do sequenciador akai, e abaixo a versão mobile para IOS

Sequênciador AKAI em versão mobile 1.0

Recentemente foi lançada a versão 2.0 deste fantástico sequênciador e que nós da Timelinews não hesitamos em colocar as mãos.

MPC versão 2.0 atualizada e com recursos adicionados. Nesta versão plugins e realismo de sequenciadores como o Maschine 2 estão presentes.

Em artigos futuros abordaremos estes dois sequenciadores profissionais. O Ferrite permite importar, através do AudioCopy, samples separados e editá-los como parte integrante de um projeto independente, garantindo inúmeras combinações, e dando asas à criatividade do editor.

Assista uma pequena demonstração em vídeo:

Como você pôde observar, agora ficou muito fácil estruturar sua equipe de reportagem. É sem dúvida um investimento muito pequeno se comparado a tudo que o app faz e não deixa nada a dever aos equipamentos de estúdio.

De todos os softwares apresentados até aqui, este é, juntamente com o EZAudioCut, o que mais se aproximam de um software realmente poderoso e eficiente, infelizmente já descontinuado. O DDCLIP, um dos maiores e mais eficazes editores multipista do mundo.

Um dos maiores softwares multipista do mundo.

Em post futuro vamos falar sobre este editor de áudio e vídeo profissional produzido pela SoftLab Softwares.

Continue lendo...
Click para comentar

Destaques