Press "Enter" to skip to content

Detector de Corrupção a nova febre contra fake news e políticos corruptos

Compartilhe
  • 10
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    11
    Comp

Um aplicativo desenvolvido pelo Reclame Aqui, está fazendo o maior sucesso na web. Trata-se do detector de corrupção, voltado para politicos e focado na eleição.

Uma oportunidade única de informação em massa, levando ao conhecimento do cidadão em tempo recorde, todo histórico de processos e a vida jurídica de qualquer político no Brasil.

Lançado este mês, o aplicativo chamado de “Detector de Corruptos” é gratuito e apartidário, e utiliza reconhecimento facial para identificar os políticos. Depois, fornece informações completas sobre quais crimes foram praticados por eles. Basta apontar a câmera do celular para a face dos políticos para que o aplicativo entregue todos os inquéritos instaurados contra a figura pública.

O site do aplicativo informa que o reconhecimento facial funciona com diversas imagens: de comerciais televisivos, debates, santinhos, cartazes, imagens de jornal, vídeos da internet e muitos outros. Além de informações do aplicativo, o site conta com uma ferramenta que destaca, em qualquer site, os nomes de políticos com pendências na Justiça.

Após instalar o plugin no navegador, sempre que surgir o nome de um político condenado, processado ou investigado durante a navegação normal, o plugin grifa o nome de roxo. Depois, é so passar por cima do nome para conferir a ficha judicial do político.

Nos bancos de dados do aplicativo há governadores e vices, deputados federais que foram eleitos a partir de 2014, senadores eleitos desde 2010, presidentes e vice-presidentes que ainda estejam vivos, candidatos à presidência e aos governos estaduais listados no Datafolha e Ibope. Já quanto aos políticos que foram anunciados como pré-candidatos para as eleições de 2018, o banco de informações do app inclui aqueles que querem se tornar presidentes e governadores.

Baixe a Versão para Android e IOS

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

Timelinews.com © 2018 Timelinews.com. Todos os direitos reservados.